Menu

sábado, 28 de abril de 2012

Hora de apanhar...Vem

Venha minha cadelinha...Venha agora !!!
Isso...Assim...Rabinho entre as pernas, caladinha.
Cadela sem vergonha, agora é sua hora.
Com vontade te pego pelos cabelos e te beijo.
Mordo seus lábios enquanto te aperto em mim.
Em teu rosto, o pavor por não saber o que quero.
Arranco tua calcinha e te dobro no meu colo.
Amarro tuas mãos e começo com um spanking cadenciado.
Seus gritos abafados e a forma de se contorcer me excita.
Enfio dois dedos na tua vagina e saem melecados...hummm delicia.
Bato até minha mão começar a arder também. Teu mel escorre.
Me alucina ver teu gozo, tuas pernas tremendo e teu olhar faiscante.
Pegando o espaçador, te prendo de quatro bem aberta.
Tuas mãos amarradas aos pés e escancarada para a minha devassidão.
Calço a luva e lubrifico, e começo a te penetrar sem pressa, me deleitando.
Na gana, aperto tua bunda, dou tapas e vou afundando minha mão.
Deito esticado e faço me chupar enquanto vou te fistando.
Excitado, louco, tarado, me posiciono atrás de você.
Sua abertura ainda é pouca, mas eu não tenho pressa, adoro esta parte.
Por vezes, você se trava e urra de prazer ou dor.
Aos poucos, minha mão vai entrando, você se movimentando.
Você esta louca e tem pressa desta dor que te alucina.
Este é meu maior prazer...Tua louca vontade e então eu demoro mais.
Seus orgasmos múltiplos pingam no lençol, mas eu sei que tem muito mais.
Enfim, a hora que me endoida...Minha mão engolida por tua gruta melada.
Você geme, rebola, urra, grita, pede, implora, se arreganha, endoidece.
Começo a bombar, sem dó, judio, sinto teus órgãos em meus dedos.
Giro minha mão aos poucos, te alucinando ainda mais.
De repente, você prende minha mão lá dentro e sei que chegou a hora.
Tiro e começo com movimentos rápidos sem aprofundar muito.
Agora vou te dedando e então aquele rio de prazer começa a espirrar.
No auge do teu tesão, teu mel se misturando a um skirting longo.
Nessa hora a minha libido vai lá em cima e chega a minha vez.
Te penetro de uma vez, te puxando pela cintura e pelos cabelos.
Bombo, enterro, soco fundo com raiva, batendo meu corpo na tua bunda.
Meu membro querendo explodir e eu segurando ao máximo...Louco prazer.
De repente não agüento...Arrrghhh...Explosão arrepiante...Êxtase maravilhoso.
Gemendo e grudando em tuas nádegas, estertores das ultimas gotas.
Frenesi total...Segundos da sensação mais desvairada que existe.
Debruçado sobre teu corpo, ainda dentro de você, respiro curtindo o momento.
Sinto sua vulva palpitante, sugando o restante do seu premio merecido.
Te desamarro e ao se virar, teus olhos brilhantes e o sorriso faceiro da vitória.
Beija a minha mão e me olha de um jeito todo especial.
Te dou a mão, te levanto, aliso teu rosto ainda com aquele sorriso safado.
Sem querer, deixo escapar uma risada...Ahhh cadelinha safada.
Ainda apago este teu sorriso sem vergonha...rsrsrsrs.
Pelo meu abraço forte, ela sabe o quanto me satisfaz...CMRS.

BDSM - Sessões Vol 01 - Álbum de Fotos

Eis os momentos intensos, onde se descobre realmente o grau do sadismo e o grau de masoquismo. Até onde se pode ir e quando se deve parar. O que se pode querer e o quanto se pode suportar...Enfim, tire suas conclusões...CMRS.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Submissa Disputada

Uma luta ferrenha para te conquistar
Uma submissa que se tornou o alvo da atenção.
Seu jeito simples de ser, mas que conquista, que assanha, que faz sonhar.
Sua voz aveludada e o respeito com que recebe a todos, é o que faz a diferença.
Mulher madura e vivida, mulher sofrida, porém, de um carisma pitoresco e encantador.
É uma submissa de alma, que não faz força para agradar...Ela simplesmente é o que é, e, isto é o que mais agrada.
Inteligente, perspicaz, decidida e submissa...Como conseguiu juntar tantas virtudes em uma só mulher.
O que é interessante é a quantidade de dominadores com a mesma intenção...Que concorrência louca.
Uma mulher comum, infelizmente a vida não lhe trouxe grandes maravilhas, mulher sofrida e batalhadora, mas tem algo de Especial que a diferencia de muitas servas.
Não é preciso ser a mais bonita para ser a melhor...Não é preciso ser a mais sensual para ser a mais cobiçada...Não é preciso ser a mais servil para ser a predileta.
O tempo pode ter enrugado tua pele, pode ter levado o mais belo que se via, pode ter sido cruel deixando cicatrizes, porém, todos estes dissabores, te deram um tempero diferente, moldando e modelando-a com um brilho único e especial.
Sei que tem seus defeitos, entretanto, tem o dom de Enfeitiçar e se fazer Cobiçar.
Ahhhh Cadelinha danada...Estou doido pra te encoleirar...CMRS.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Cadelinha do Coração

Sou obrigado a confessar uma coisa.
Esta minha menina tem o poder de me deixar alucinado.
Nas minhas neuroses, da ultima vez, no X, ultrapassei os limites da razão e ela agüentou calada, mesmo que eu tenha visto o quanto ela gozou, eu peguei pesado demais.
Fiquei tarado e a possui como um louco e eu vendo que ela estava toda lanhada, ainda bati demais...Que loucura, que orgasmo bestial.
Quando ela foi tomar banho, foi que eu vi o quanto havia judiado.
Ela humildemente pediu-me para cuidar dela.
Três semanas para que os hematomas e os vergões desaparecessem.
Neste entremeio, na hora do tesão ela procurou me satisfazer como pode.
Nem uma reclamação ou protesto, somente vi em seus olhos, o sofrimento que provoquei.
Esta minha cadelinha se superou e superou também as minhas expectativas.
A cada dia que passa, aumenta o respeito e carinho por tão doce submissa.
Tenho que controlar a minha gana e o meu tesão.
Porque esta cadelinha...Conquistou o meu coração...CMRS.

BDSM - Dedadas - Álbum de Fotos Vol 01


O tesão se provoca de diversas maneiras. Uma das mais excitantes para ambas as partes é a dedada. Sê a mulher falar no momento do toque, o local exato que está deixando-a alucinada ou então o jeito certo de sua preferência, os orgasmos são maravilhosamente loucos...O parceiro procurar descobrir como alucinar, também é uma grande vitória...CMRS.

domingo, 22 de abril de 2012

BDSM - kajiras - Álbum de Fotos Vol 01


Um kajira deve estar sempre bonita para seu AMO(Master), sedas, jóias sobre os punhos e tornozelos, e sinos para avisar da sua presença quando anda, cabelo comprido, sedoso, limpo, pele cuidada, o seu próprio perfume, maquiagem nos lábios e nos olhos. Deve orgulhar-se de seu corpo, além de fazer com que outros homens a admirem e a desejem, é parte do encanto de ser kajira. Deve ser elegante ao andar, sentar e ao falar. Qualquer coisa que fizer repercutirá em seu Senhor e todas as suas atitudes, deverá ser em honra a Ele (Master), mesmo estando ausente. As kajiras, não tem o direito de desejar absolutamente nada, a não ser servir ao seu Mestre.
Diferente das submissas no SM, onde o consensual é combinado previamente, as kajiras só se dispõe à servidão.
OBS: As fotos postadas são meramente ilustrativas, buscando dar a entender os cuidados, vestimentas e acessórios em similaridade com o mundo de Gor...CMRS

Mestre de Xadrez


Quer saber a verdade ??? Estou de saco cheio de você.
Você corre atrás de mim, porque ninguém judia e arregaça contigo, como eu o faço.
Ninguém faz você mijar de tesão e deixá-la totalmente alucinada de prazer.
Você se sentia estranha, porque tinha vontades que a maioria não conseguiria compreender.
As suas vontades não são estranhas, são manifestações sexuais, por demais intensas e você as deixou aflorar e Eu fiz você descobrir na dor o prazer.
Pacientemente fui te educando dentro de padrões e regras existente neste mundo chamado Sadomasoquismo. Te coloquei na bandeja, tudo aquilo que seria importante e necessário para uma conduta satisfatória e promissora.
Mas pelo visto, você tem um corpo...Usa e deixa ser usado contanto que lhe de prazer...
Você tem um cérebro...Usa somente para as coisas que lhe convém, puro interesse.
Agora resolveu achar que sou seu namorado, não para de me ligar.
Vou te dizer o que mais me revolta...Você chega, me abraça e fala...Oi, tudo bem...Que raiva que isto me dá...Fico possesso com o seu sorrisinho de deboche.
Não obedece a regra e falta com Respeito somente para me deixar irado, pois é uma masoka da mais degenerada e sabe que eu estando irritado vou além do normal.
Antes que saia por aquela porta, apenas um conselho vou te dar.
Se quiser continuar neste jogo do prazer, comece por tratar seu Dono com o maior respeito e dedicação, pois, este é o ponto chave para o relacionamento vingar.
O mais fascinante em uma submissa , que a diferencia das outras, é justamente o fato de usar a inteligência. Uma sub discute com um Mestre, sem lhe faltar o respeito, não tenta ser superior, não faz uma afronta direta. Ela escolhe as palavras certas, para demover a qualquer Mestre e até mesmo ao seu Dono, de algo que não quer.
SM é um jogo de campeões como o XADREZ...Todas as jogadas devem ser pensadas e calculadas...Cada vez que se movimenta uma pedra, tem um motivo de ser...Toda e qualquer jogada busca-se o sabor da vitória.
Cansei de te avisar...Cansei de te castigar...Você perdeu a graça e eu perdi o tesão por você...
Eu sou um Mestre de Xadrez, não sou um jogador de damas...CMRS.

sábado, 21 de abril de 2012

Wallpapers Góticas - Álbum de Fotos Vol 01


Um pacote com 100 imagens góticas para enfeitar o seu desktop...Aguarde sempre novidades...CMRS.

BDSM - Góticas - Álbum de Fotos Vol 01


 
A beleza oriunda de pensamentos fúnebres tem suas particularidades ocultas. Muitos não conseguem enxergar detalhes que, outros o vêem com extremo prazer...CMRS.

Meu Mundo Ruiu


Meu mundo ruiu.
Misturada as gotas da chuva, estão as minhas lagrimas.
O desespero que abate sobre o meu ser, tem o poder de me descontrolar.
A dor forte em meu peito, tirando o ar, fazendo meus pensamentos se perderem nas nuvens que agora se chocam.
A poucas horas atrás, eu estava servindo ao meu Dono e Senhor. A servidão que tirava de mim, o meu mais intenso prazer e ao mesmo tempo, me fazia sentir, a mulher mais amada e cobiçada.
Ao mesmo tempo em que o chicote ardia em minhas costas, eu agradecia ao louco prazer que ele me provocava...No mesmo instante que a cane tirava gritos do meu inconsciente, minhas entranhas vibravam, umedecendo o meu sexo...Na hora que eu era possuída de forma grotesca, meu corpo deleitava-se com a fúria mais absurda e extasiante que uma cadela no cio poderia sentir.
Homem imponente, prepotente e sábio, taxativo em suas decisões...Tudo o que havia conquistado, era mérito de sua perseverança, sensatez e determinação. Tais qualidades eram o seu maior atrativo, a partir daí, vinha o Meu interesse para desvendar tudo o que ele tinha a oferecer.
Eu gradativamente fui sendo agraciada com o melhor, fui sendo presenteada com atitudes que me levavam ao topo do meu sonhar, achando ter um poder que não tinha.
Ele me comprou livros e mandou que eu começasse por Marques de Sade, A filosofia na alcova, completando com diversos acessórios e vestimentas para o meu deleite e prazer.
Eu nunca o interpelei a respeito das outras cadelas de sua masmorra e muito menos sobre a sua vida particular, pois, a minha curiosidade já havia me trazido uma série de problemas e eu aprendi a lição.
Quando ele pedia qualquer coisa que fosse, eu procurava atendê-lo da forma mais gentil, porém, quando ele mandava, algo em mim formigava, como se um calafrio percorresse minha espinha e eu corria a servi-lo.
Desta vez, o horário que ele chegou me causou estranheza, um sexto sentido me avisava para ter cuidado com palavras e atitudes e optei por me calar e aguçar meus instintos, pois, eu sabia que alguma coisa estava para acontecer.
Ele mandou que eu o despisse e o banhasse. Eu relaxei um pouco e fui tirando sua roupa e me deliciando com aquele corpo que me deixava louca. No chuveiro, ensaboava brincando e deixando-o excitadíssimo, provocando-o, me preparando para a devassidão que estava por vir.
Desta vez a relação foi suave, com pegadas fortes como sempre, palavras torpes em meus ouvidos, tapas que me descontrolavam e orgasmos alucinadores. Ele sempre intercalava entre sessões e um sexo apimentado, porém, sempre de uma satisfação indescritível.
Depois de servir o jantar, me olhando fixamente, ele soltou a bomba que me pegou de surpresa. O chão sumiu. A alegria desvaneceu e eu me perdi.
O ultimato foi posto em cima da mesa. Um contrato de locação, como se estivesse alugando um filme na locadora.Algo que desde o principio, fiz questão de deixar bem claro. Algo que fugia ao meu conceito de pudor. Algo só meu, mas, que me era de suma importância.  
Eu nunca seria negociada, eu seria sua, só sua e de mais ninguém. A minha índole é bastante egoísta e tenho minha forma única de ver, sentir e me entregar, pois, cada um tem seu jeito de ser e eu tenho o meu e ele tinha o dever e a obrigação de respeitá-lo.
Eu sou uma submissa de alma e tive a oportunidade de escolher vários homens que se denominavam Mestres. Muito tempo se passou, eu me submetendo a solidão atroz, para não correr o risco da paixão e de uma nova decepção.
Meu Dono era solteiro, de meia idade, integro e complacente. Uma pessoa compatível com tudo em relação ao meu viver. Ambos de classe média alta, ambos com nível superior, ambos com situação financeira definida, ambos cientes, de todas as regras de um relacionamento consensual, para os adeptos do sadomasoquismo.
Pausadamente ele falou, se eu fosse realmente uma submissa respeitosa ao meu Dono, eu teria que me submeter a todas as suas fantasias, sem colocar nenhum obstáculo, me colocando dentro das regras do SM e demonstrando assim, a minha posição dentre as suas servas.
A cruz e a espada, nenhuma alternativa...Ou vai ou desce...Quer ou não quer.
Impávido...Audacioso...Destemido...Assim era a sua postura, me interpelando com aquele olhar que desnudava minha alma.
Perplexa...Atônita...Estupefata...Assim eu fiquei...Não queria acreditar que estava acontecendo, mas, o contrato e a caneta estavam ali para comprovar.
Eu conhecia aquele homem, afinal, dez anos de relacionamento, as máscaras caem e a verdade vem a tona...Muito tempo de convivência para saber que, ele não voltaria atrás ao tomar uma decisão.
Levantei-me, o coração parecia que iria explodir, o nó em minha garganta não me permitia falar, a dor que acometia ao meu ser, quase impedia de controlar o meu corpo.
Meus olhos se tornaram suplicantes, antes que as lágrimas tomassem conta da minha visão...Agora era o meu Ultimato...Por minutos olhei fundo em seus olhos e pela queimação que havia em meu rosto, eu sabia que estava fervilhando de raiva, indignação, beirando a fúria.
     O pouco da lucidez que restava em mim, procurava buscar alguma coisa para me apaziguar e contornar aquela situação, porém, havia a certeza esmagadora que tudo havia chegado ao fim.
     Eu pude servi-lo fielmente durante todos estes anos, fiel na minha conduta perante os assédios que uma submissa litúrgica e determinada como eu sofria, esmerada em atendê-lo a tudo o que me pedia, objeto sexual usado sem nenhuma restrição ou pudor aos seus fetiches, companheira dos shows competitivos que tanto lhe aprazia, escudeira em suas guerras intimas, uma escrava obediente que nunca lhe faltara o respeito...Até hoje...
     Baixei a cabeça. As lágrimas começaram a pingar no chão. Humildemente levantei a cabeça e o olhei, num pedido de socorro, de compaixão, massss...Dez anos de escravidão, não valiam nada e, se não valiam nada, eu me perguntei...O que eu valho ???
     Uma raiva incontrolável apoderou-se da guerreira oculta...Ele irredutível...Eu...Agora...Uma fera de garras afiadas que tinha muito valor...Eu sabia do meu valor e me valorizava.
     Peguei o contrato e o rasguei sem cerimônias, devolvi-lhe a caneta e abri a porta da rua e ele se foi.
     Chamei o seu nome pela primeira vez e ele se voltou com um leve sorriso no canto da boca e então eu lhe disse.
     Por favor, por tudo o que mais preze nesta vida, sê, um fetiche seu teve mais valor do que a minha fiel e total servidão é sinal, que tudo aquilo que conquistou, nada significa, não serviu para lhe fazer feliz, assim como eu não o fiz.
     Da mesma forma que havia construído para mim um castelo de alegrias, da mesma forma o Senhor o demoliu, portanto, vá em paz, contando que...Não volte nunca maisssss.
     O sorriso que havia florescido naquele rosto deu lugar a melancolia...Os ombros sempre tão eretos estavam decaídos...Ele sentiu e tomou consciência da realidade inerente aos seus caprichos...Neste momento, vi seus olhos encher-se de lágrimas, massss, era tarde demais.
     Depois que ele se foi, desesperada e sem ter com quem dividir o meu tormento, me pus a correr na chuva sem destino.
     Encostei-me em uma parede e deixei as lagrimas escorrem, tentando extravasar aquele aperto no peito. Foram anos recheados de momentos inigualáveis que jamais serão esquecidos.
     Na vida tem sempre que existir fatos que massacram a nossa existência...Tantos anos para escolher um Dono de verdade e por fim, acabei por escolher um Mestre de Mentira...CMRS.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Bocas Deliciosas - Álbum de Fotos Vol 01


Bocas que beijam, bocas que se alimentam, bocas que sorriem, bocas que falam...Um atrativo que tem tantos poderes, principalmente, o de seduzir...Confiram...CMRS.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Mestre Sagaz

Sádica Admiração

Mulher forte e dominadora.
Orgulhosa e prepotente.
Ordenança esmagadora.
Ao seu servo obediente.

És felina na arte de amar.
Sádica no açoite a aplicar.
Insana em bater e judiar.
Gritos e gemidos a provocar.

O prazer por mais escondido.
A sensação que foge a razão.
O êxtase jamais sentido.
O prazer em tua dominação.

Nas torturas, o mais louco tesão.
Teu domínio é de corpo, alma e coração.
És respeitada pela consciência determinada.
Pelos slaves, a Mistress admirada...CMRS.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Homem Sensual - Álbum de Fotos Vol 01


Como preciso prestigiar as jovens meninas de todas as idades, que me prestigiam com suas visitas...Contra a Minha Vontade, diga-se de passagem, (rsrsrs), uma coleção de cuecas, para levar as meninas ao delírio...CMRS.

Casais - Preliminares Incriveis - Álbum de Fotos Vol 02


Tudo na vida que é preparado com carinho, resulta-se em algo maravilhoso...Nas entregas, o preparo é a essência do prazer...Não tenha pressa, deleite-se com cada toque e eternize cada momento de amor...A quantidade traz a exaustão, a qualidade traz a Realização...CMRS.

domingo, 15 de abril de 2012

Escolhas

Querer Demaissss

Eu fui avisada, mas não quis ouvir.
A predecessora foi categórica em todos ensinamentos.
A Liturgia foi repassada inúmeras vezes.
Uma submissa de alma, do mais alto escalão.
Inteligente, paciente, amiga e terminantemente rígida.
Preparou-me para o jogo da servidão.
Ensinou-me sobre Respeito, Dedicação e Submissão.
Mas o meu Senhor era muito mais do que eu imaginava.
O seu domínio foi simplesmente avassalador.
Despertou em mim, loucuras inimagináveis.
Tirou do meu corpo, prazeres alucinantes.
Tirou da minha alma, deleitosos anseios.
O Senhor trouxe um novo sentido a minha vida.
Ensinou-me sobre ser, querer e ter.
Adestrou com esmero, a submissa oculta em mim.
E cada vez mais, eu me entregava aos seus cuidados.
Tua voz preenchia minha vida de harmonia.
Voltei a ter brilho, vida e esperança.
Mas...Meu Senhor era casado e muito bem casado.
Sua mulher...Seu mundo...Sua verdadeira vida.
Eu entrei no jogo ciente de tudo.
Aceitei jogar de acordo com todas as regras.
Eu era mais uma cadela em sua masmorra.
Porém, o sentimento tomou o lugar da razão.
Passei dos limites, infringi todas as regras.
Egoisticamente...O desejei todo meu, só meu.
Lutei de todas as formas para tê-lo pra mim.
E perdi...E me arrependi...E agora amargo.
O símbolo da minha submissão me foi tirado.
A coleira que eu orgulhosamente ostentava.
Que burrice...Que ignorância...Que imbecilidade.
Tentei destruir um casamento por puro egoísmo.
Meu Dono me dava muito e eu não soube aproveitar.
Quis mais, quis muito mais, eu quis tudo.
O pescoço vazio...O coração dilacerado...A escuridão.
Solidão...Eis o preço a pagar, por não saber jogar...CMRS.

Dedicado a um Dominador e sua digníssima esposa. Casal de uma postura exemplar. Os cuidados guarnecidos as submissas a sua cautela, conta inclusive com uma predecessora da mais irrepreensível conduta litúrgica e comportamental...CMRS.

Desafio no Olhar

BDSM - Domini vs Sub Masculino - Álbum de Fotos Vol 01


A vocês slaves, não espere luva de pelicas ao ser dominado. As Dominis são poderosas e decididas. Depois me falam que mulher é o sexo fraco...Será ???...CMRS.

sábado, 14 de abril de 2012

BDSM - Domini vs Sub Feminina - Álbum de Fotos Vol 01


Os Dons tem uma postura poderosa, porém, as Dominis são por demais arrojadas, estando no mesmo patamar... É fascinante, pois, Eu, como Dominador, sempre estou aprendendo com elas, afinal, a Mulher, é um poço de mistérios, que sempre surpreende...CMRS.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Tatuagem - Álbum de Fotos Vol 01


Tatuagem, um gosto particular que acaba chamando atenção, porem, é necessária muita determinação para marcar seu corpo pra sempre. Por isso, é preciso pensar, para depois não se arrepender, mas, que as obras de arte que poderemos ver, com certeza, provoca um fascínio em sua exuberância na mistura de bom gosto e cores...CMRS.

BDSM - Vermelho e Preto + Color Especial - Álbum de Fotos Vol 01


Neste álbum, o contraste das cores acompanhado do cinza e preto, tem um poder de sedução inebriante. Algumas fotos foram achadas na Internet, porém, a maioria, tive o trabalho de manipulá-las, pois, tenho verdadeiro fascínio por tudo que é belo. Espero que gostem...CMRS.

O Direito e o Limite de Cada Um


Uma das perguntas que as novas adeptas ao SM ou mesmo as curiosas sempre me questionam, é sobre o fato da submissão e seus inúmeros requisitos dos poderes de um Dono.
     Falando de forma simples, um Dono tem o Direito e o Poder total sobre a vida intima e privada de uma submissa??? O quanto, uma submissa tem que se submeter e quais são os Conceitos e Limites, que os Mestres devem respeitar???
     Encontro aqui uma grande polêmica, pois, cada caso é um caso.
     Pelo tanto que estudei e pesquisei e por tudo o que já vivi, acabei por criar um parâmetro, que obviamente nem todos os Dominadores concordarão. Desculpando-me, mas ao mesmo tempo, sou obrigado a dizer, que não tenho que dar satisfações sobre meus atos e atitudes, nem mesmo sobre as formas de administrar minha vida intima e pessoal.
     Eu sempre que adestrei Minhas cadelas, deixei bem claro, que existe o mundo Contemporâneo Passional e o mundo BDSM, dois mundos totalmente diferentes, dois estilos de vida com suas particularidades, porém, intrinsecamente coligados, mas, pelo Regime Democrático da nossa Nação, a pratica do BDSM no Brasil, acabou sendo marginalizada por nossos governantes.
     O BDSM é voltado exclusivamente para os desejos mais profundos dos seus praticantes, onde todas as suas fantasias não são criticadas e todos os desejos da carne, são acolhidos e realizados, sem o medo de serem taxados como promíscuos ou podres.
     Eu parto do principio que tenho o direito de fazer e construir a minha vida, o meu Castelo de Sonhos e Realizações, mesmo que isto não agrade a maioria, é da minha vida que estamos falando, são dos meus sentimentos que estamos falando, é da minha felicidade, e se eu for fazer o que eles querem, fazer o que eles falam que é o certo, vou viver os conceitos deles, vou viver os sonhos deles e então, não terei a MINHA VIDA.
     Não abro mão da minha vida, e faço tudo de acordo com o meu certo e meu errado, afinal a vida é MINHA e tenho total direito de fazer dela, o que bem quero.
     Assim como eu tenho meus pensamentos, sonhos e LIMITES, penso que todos também deveriam ter os seus...Todos deveriam ter o seu Castelo e nele impor as suas vontades e comandá-lo da forma mais Sábia, Inteligente, Intensa, Prazerosa e Feliz.
     Em relação as minhas Subs, o dialogo aberto e franco é PRIORIDADE, é o ponto chave da questão, sugo, puxo, extraio todos pensamentos, fetiches e os seus sonhos mais ocultos, enchendo-a de perguntas e observando cada atitude durante a nossa convivência, pois, sempre deixo claro, convivemos pacificamente como dois seres que se gostam, até a hora do Jogo do BDSM, portanto, convivo com minha submissa, um relacionamento pacifico e passional e o relacionamento intempestivo do SM...Hora de brincar é de brincar, hora de jogar é hora de jogar.
     Na hora do jogo, o Dominador se apodera do meu ser e faço aflorar na minha Menina, a cadela submissa que há em seu interior...Nesta hora, eu sei exatamente tudo o que eu posso fazer, tudo o que eu devo fazer e até mesmo o Limite até onde eu posso ir...Não é por eu ser o Dono desta cadela, que não deva respeitar os limites previamente combinados.
     Eu JAMAIS desrespeitei um SAFE WORD quando foi pedido.
     Eu respeito os Limites da Razão da minha submissa, pois depende de mim, criar mil maneiras e formas diferentes de Me Satisfazer e satisfazer a Mulher que, de corpo e alma se entregou aos meus caprichos.
     A vida particular, a parte estudantil, a vida Familiar, o cotidiano da minha submissa, pertence a ela...Todos têm suas particularidades, que são exclusivamente suas e são estes detalhes que não devem ser transgredidos, pois senão, o ser humano perde a sua essência.
     Vida particular, Vida sentimental, Vida sexual e Vida imaginativa(sonhos e objetivos), enfim, é necessário que o ser humano saiba dividir sua vida e aproveitar adequadamente cada momento, pois estas, são as razões para se viver e a vida é uma só, portanto, VIVA da melhor e mais proveitosa maneira que puder viver.
     Procuro fazer da minha vida, um mar de felicidade, além de levar alegrias a todos os seres que me são queridos...Eis o Meu Jeito de Ser, Pensar e Agir...Agrade a quem agradar...CMRS.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Curvar-se com Gratidão

        
Minha alma submissa curva-se ante sua presença, pois sua imponência começa desde os dedos dos seus pés e por isto me abaixo. Não quero perder nem um detalhe deste prazer.
Aguardo ansiosamente o som de sua voz, pois ela, é a melodia que encanta minha alma.
Seus passos se aproximando, faz minha pele eriçar de forma única.
É como se os elétrons do seu corpo, transmitisse uma energia incandescente.
Por vezes, sem nada falar, seus dedos passeiam pelos meus cabelos até tocar meu rosto.
O sangue congela em minhas veias e parece faltar o ar aos meus pulmões.
Ao pegar em meu queixo e fazer com que eu levante meu olhar, um raio de luz faz meu corpo levitar.
Suas primeiras palavras são ditas e pela sinfonia dos acordes dos seus comandos, me preparo para valsar nas cifras das suas ordenanças.
Os seus caprichos são como gotas cristalinas no amanhecer.
As suas vontades dão o colorido especial à aquarela do meu viver.
O jorro de mel do teu prazer é o que preenche a colméia do meu bem querer.
O seu olhar agradecido é o que faz minha vida florescer...CMRS.

Verdades ditas sem Medo

No mundo Baunilha, as mulheres se produzem para destacar seus dotes físicos. No mundo SADOMASOQUISTA, os cuidados com a higiene pessoal, vestimentas e uma série de outros requisitos, também são importantes, mas não é o primordial.
A chave mestra do fascinante jogo do SM é a beleza da alma, é o que você é. Não é o seu corpinho esbelto ou a barriga de tanquinho que o fará alvo das atenções, são as suas qualidades que o diferenciarão. Todo ser humano tem sua beleza em particular, seja na idade que for e no SM, elas são vistas e elogiadas.
Incrível dizer isto, mas é a pura verdade...Já vi muitas Submissas(os) e Dominantes, sem atrativos físicos, pessoas magérrimas, gordas, enfim, como diria a sociedade, feias ou esquisitas, serem disputadíssimas.
A Postura, a Convicção, a Sabedoria e o Poder da Dominação física e mental, são os fatores determinantes, para que um Mestre ou a Maestrina, conquiste um número maior de submissas(os) para sua masmorra.
Vindo das submissas(os), o feitiço maior, o grande poder de atração, estão nas submissas(os) de alma, pessoas que já nasceram predeterminadas a submissão ou com espírito servil. Pessoas assim assumem uma postura louvável, perante todas as necessidades do dia a dia, demonstrando total atenção a todas as tarefas, para que sejam executadas com perfeição, buscando o contentamento do seu Senhor(a).
Existem escravos(as) e dominantes, que descobriram suas vocações já com uma certa idade, ou mesmo por vivenciar relacionamentos passionais, onde a insatisfação, a falta de prazer, fez com que procurassem formas alternativas, para se sentirem bem e realizados.
No B/D, no D/s ou no S/M, de acordo com a afinidade de cada um, é de suma importância, a leitura, o conhecimento Didático(Liturgia), pois, quanto mais conhecimento, mais prazeroso e intenso, se torna cada relacionamento. Existem regras a serem cumpridas, existem motivos que intensificam o prazer, existem atos e atitudes que devem ser tomados, na realidade, o BDSM é uma ESCOLA DO PRAZER DO CORPO E DA MENTE, mas, é necessário que os alunos estudem e tirem notas cada vez mais altas.
Dizem que, os relacionamentos no BDSM são curtos, dizem que, ha milhares de perguntas sem respostas, porém, justamente a falta de conhecimento é que gera a discordância e separações.
Falando de forma rude, BDSM não é prostituição ou promiscuidade, não é trepar ou meter muito, pensar assim é abominante para os verdadeiros adeptos do sadomasoquismo.
BDSM é a arte de provocar e sentir as sensações das mais alucinantes e prazerosas que possam ser geradas durante uma relação sexual, é ultrapassar os limites da razão, é descobrir e criar situações tremendamente extasiantes.
Na vida comum, esbarra-se de frente com o egoísmo...Explicando;
A maioria das relações sexuais, os parceiros preocupam-se demais em gozar e se satisfazer, deixando o companheiro(a) na mão, isto acontece muito, no casamentos e relacionamentos quando a idade começa a chegar. O sexo deixa de ser um prazer, para se tornar uma necessidade, tipo assim, preciso dar uma aliviada hoje.
Os homens são os maiores culpados disso...Montam em cima da mulher, dão uma rapidinha e viram para o canto e dormem, sem se preocupar com a realização da parceira, obviamente, em todas as regras há suas exceções. As mulheres também têm sua parte de culpa, ao aceitar este desaforo e não reclamar por aquilo que merece.
Ao contrário do que ocorre no mundo Baunilha, no SM, descobrir fantasias que levem ao prazer, provocar o êxtase mais avassalador, levar o parceiro(a) a dimensões de sensações inqualificáveis, inovar em técnicas criativas e absurdas de resultados fascinantes, é justamente o que os amantes do BDSM acreditam e buscam proporcionar com o melhor de si.
Existem animosidades a respeito de certas praticas dentro do jogo, isto quer dizer, pessoas que fazem coisas que não aceitamos ou que nos causam algum desconforto. È usado um termo para esta aversão...SQUICKED. Sê algo for Squicks a você, se não gostar de algo que vê, simplesmente saia da sessão para tomar um ar e pronto. Você não tem que aceitar tudo aquilo que outros realizam. Faça, aceite ou jogue sempre no consensual, sempre em concordância com o seu Senhor ou sua Senhora.
Lembrando que; Ninguém pode Obrigar a ninguém a praticar atos acima de suas vontades. Ninguém é obrigado a dizer Sim Senhor se isto infringir seus conceitos pessoais de vida. Consensual quer dizer, De Comum Acordo.
O verdadeiro Dominante tem consciência do seu poder, de conduzir sua cadela ou seu slave, a gradativamente ir se superando, sem que para isto, ultrapasse os limites da razão. Ser louco, insano, desvairado é comum nos praticantes, mas existe uma diferença enorme em ser um Débil Mental...Razão, Sensatez e Consciência, são peças indispensáveis a qualquer um.
Um grande MEDO nas(os) subs, é como conversar com Seu Dono, sem lhe faltar o Respeito. Eis um grande ERRO, isso sim.
Para os dominados, existem dois fatos que são importantíssimos e sempre levado em conta, o SSC( São, Seguro, Consensual )...A Safe word  and Consensual, duas palavras chaves.
A Safe Word é uma combinação antecipada que se cria entre dominado e dominante, com palavras e gestos que levam o escravo(a) a demonstrar que aquilo esta lhe fazendo mal. O Dominador(a) instintivamente para ou pausa, sendo uma forma cortês de pedir que pare e não uma ordem direta, o que seria uma afronta. Lembrando que;
O acordo da palavra de segurança é levado tão a sério que se um Top ignorar ou não cumprir a palavra de segurança, é considerado um ato odioso e pouco ético, equivalente a um estupro.
Consensual ( Português & Inglês) é a comunicação e a concordância entre Dominador(a) e Dominado(a), antes de começar o jogo ou a sessão. Conversar claramente, sobre seus receios e medos ou pedir alguma coisa a mais. O dialogo aberto trás segurança e confiança, tornando cada sessão mais proveitosa.
Tem dias que estamos a mil por hora com a corda toda, tem dias que estamos meio derrubados. O que foi maravilhoso ontem, pode não ser legal amanhã, depende do seu estado de espírito, eis o porque da necessidade do dialogo.
Para terminar, é fantástico dizer que este obscuro mundo da perversão e insanidade, como alguns dizem, ao meu ver e ao meu viver, ele tem o Poder Arrebatador de levar-nos ao apogeu do prazer carnal. As variáveis são infindáveis, dependendo da criatividade e capacidade de cada um.
Cada Pessoa é Única, na sua forma de viver e sentir, portanto, nunca deixe de ser Único, para ser comum...Eis a magia do ser humano...Ser Único.
Cada relacionamento, cada sessão, cada jogo, poderá ser sempre mais alucinante e abrasador, tornando-se inesquecível, se tudo for feito com Consciência, Sabedoria e Entendimento.
Quanto maior o conhecimento, maior será o seu deleite.
Jogue...Jogue muito...E Seja Feliz...CMRS.

TERMOS USADOS NO BDSM.

Baunilha: Termo usado para designar o sexo convencional.
B&D: Escravidão (Bondage) e Disciplina (Discipline), também chamado BD.
D&S: Dominação (Domination) e Submissão (Submission),também chamado DS ou d/s
S&M: Sadismo (Sadism) e Masoquismo (Masochism), também chamado SM
Bottom (submisso) --- Top (Dominador)  ---  Slave (escravo(a))  ---  Mistresses or Dominatrix (Dominadoras)

Obs; a forma literária digitada, tem como finalidade, somente dar mais ênfase a certas palavras com o começo em letras maiúsculas ou toda a palavra.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

BDSM - Oral Feminino - Álbum de Fotos Vol 01


A boca é o maior atrativo do corpo, além do encanto do sorriso, ela tem inúmeras funções...Respirar, Comer, Falar, Beijar...Eis aqui, mais um atributo realmente espetacular deste orgão...Uma das formas mais alucinantes de levar a um prazer indescritível...CMRS.

BDSM – Shibari Dorei Gueixas - Álbum de Fotos Vol 01


SHIBARI...Termo usado para designar o bondage japonês. Inicialmente era utilizada como forma de imobilização, castigo e punição aos prisioneiros. O Shibari teve uma revalorização erótica á partir de 1960...DOREI...Nome dado à mulher japonesa que é submetida ao shibari...GUEIXA em Japonês “Geisha”...Uma gueixa inicia sua formação ainda muito jovem e durante a formação, têm aulas de canto, música, dança, postura e etiqueta, aprendem tarefas domésticas e artes tradicionais japonesas.É freqüente a confusão entre gueixa e prostituta, mas a entrega ao sexo não é a principal função de uma gueixa. Elas entretém por meio da cultura e das tradições, não pelo sexo. No entanto, durante a Segunda Guerra Mundial, algumas gueixas se tornaram prostitutas, o que também prejudicou a imagem delas, deturpando o conceito...CMRS.